Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Lista com passageiros de naufrágio não é divulgada

Após mais um dia de busca no Rio Negro, as equipes do Corpo de Bombeiros e da Capitania dos Portos não conseguiram encontrar o corpo de um homem que teria morrido no naufrágio do barco regional Princesa Laura, ocorrido no fim da tarde de domingo, que deixou o saldo de 12 mortos. Mas poucos acreditam que mais algum corpo ainda seja encontrado, devido à forte correnteza no local do acidente, próximo ao município de Novo Airão.As causas do naufrágio também ainda não foram oficialmente definidas. O comandante da Capitania dos Portos, coronel Edlander Santos, garante que o Princesa Laura saiu de Barcelos, no último sábado, com metade de sua capacidade de passageiros e carga.Segundo ele, a possibilidade de o acidente ter sido provocado por excesso de peso está descartada, apesar de alguns sobreviventes afirmarem que o barco recolheu outros passageiros durante o trajeto para Manaus.Isto, no entanto, dificilmente será comprovado. A lista com os nomes dos passageiros até agora não apareceu. Sem ela, não há como saber se realmente existe ainda algum desaparecido. No Instituto Médico Legal do Amazonas, pelo menos, não apareceu mais ninguém a procura de parentes que poderiam estar no Princesa Laura.Após o enterro das vítimas, a Capitania dos Portos está abrindo inquérito administrativo e policial para tentar descobrir as causas do acidente. Tudo indica, no entanto, que a violenta ventania provocada pelo temporal que caiu sobre a cidade no sábado será responsabilizada pela tragédia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.