Litoral de SP terá reforço de quase 3 mil policiais

Temporada começa esta semana; mais de cem viaturas extras deverão patrulhar as praias paulistas

Camilla Haddad, O Estadao de S.Paulo

22 de dezembro de 2007 | 00h00

Para combater a criminalidade no período de férias, começa quarta-feira em todo o litoral paulista a Operação Verão. A estimativa da Secretaria de Segurança Pública (SSP) é de que 2.780 policiais - entre civis e militares - reforcem a segurança nas principais praias paulistas. Em toda a Baixada Santista, a previsão é de que a população nesta temporada ultrapasse os 5 milhões de pessoas - entre moradores e turistas. Em cidades como Guarujá, Santos e São Vicente, a Polícia Militar reunirá mais de 1.700 policiais ao grupo que já trabalha na região. Além do reforço, as unidades receberão viaturas: 58 delas definitivas e 50 temporárias.O prefeito de Santos, João Paulo Tavares Papa, afirmou que a cidade colocará 90 guardas municipais nas ruas. Eles irão caminhar pela orla e ter 12 bicicletas e 6 motocicletas, até mesmo na faixa de areia."O que ainda nos preocupa é o furto e o tumulto em shows. Mas isso está sendo resolvido, porque grandes shows não acontecem mais na praia, mas em tendas e só com músicos locais", explica. Papa lembra que o trecho na plataforma do emissário submarino (no José Menino, no Canal 1) preocupa. "Mas em janeiro começaremos as obras de iluminação do local", promete.Já a prefeitura de Ubatuba, no litoral norte, vai colocar toda a Guarda Municipal nas ruas. As férias serão suspensas entre os meses de dezembro e fevereiro. Ainda em Ubatuba, haverá o apoio do helicóptero Águia da PM, 12 viaturas e 10 motos das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam).A novidade deste ano é a criação de três bloqueios fixos, 24 horas por dia, nos três acessos de Ubatuba. A Polícia Civil receberá o apoio de dois delegados, seis escrivães e três carcereiros, que começam a trabalhar no próximo dia 16. Em janeiro de 2006, a cidade não registrou homicídios. Dados da Secretaria de Segurança Pública mostram que no mesmo período ocorreram este ano cinco homicídios dolosos. Em São Sebastião, o investimento é de R$ 1,5 milhão em segurança para o reforço da temporada de verão. Serão 134 PMs extras, divididos por centro, Costa Norte e Costa Sul, além de seis homens da equipe no helicóptero Águia. A prefeitura também contratará 30 guarda-vidas temporários. Em dezembro do ano passado, o município criou um sistema com 33 câmeras que gravam toda a Costa Norte e a área da região central. No Guarujá, o prefeito Farid Madi, se diz otimista. "Estamos com câmeras em toda a cidade, colocamos guaritas 24 horas com a guarda municipal e temos patrulhamento na areia." Outro ponto visado, a Praia de Pitangueiras, já recebeu reforço na iluminação em setembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.