Loja no Rio terá que indenizar cliente por agressão verbal feita por funcionária

Supervisora da C&A disse que RG da mulher era falso, rasgou e a teria chamado de 'macaca'

estadão.com.br,

24 Outubro 2011 | 17h26

SÃO PAULO - A C&A Modas terá que indenizar em R$ 8 mil, por danos morais, uma cliente que foi agredida verbalmente por uma funcionária em uma loja no Rio de Janeiro. A decisão e da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça.

De acordo com o relato da consumidora, ela apresentou a identidade para fazer um cartão da loja, mas o documento não foi aceito pela a supervisora do estabelecimento, que afirmou se tratar de um documento falso.

Na presença de outras pessoas, a funcionária rasgou a identidade da cliente e exigiu a apresentação de outro documento. Durante a confusão, a cliente foi chamada de "crioula" e "macaca". A autora foi retirada da loja sob cordão de isolamento formado pelos seguranças do local.

A rede de varejo negou a ocorrência do fato, mas não comprovou sua negativa. Em nota, também disse que treina os funcionários para fornecer o melhor atendimento.

"A C&A treina constantemente seus funcionários a fim de garantir a excelência no atendimento aos seus clientes. A empresa não compactua com qualquer tipo de discriminação, valoriza o estabelecimento e a manutenção de relacionamentos profissionais e éticos em todos os seus processos e com todos os seus públicos".

 

Atualizado às 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.