Lojas fecham mais cedo por causa de protesto em Porto Alegre

Manifestação pela redução do preço da tarifa de ônibus está marcada para as 18 horas desta segunda, 24

Elder Ogliari, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2013 | 15h54

PORTO ALEGRE - As lojas do centro de Porto Alegre vão fechar por volta das 17 horas desta segunda-feira, 24, antecipando-se ao início de mais uma manifestação pela redução das tarifas do transporte coletivo, que começa às 18 horas. Além do comércio, postos de saúde e repartições públicas da região vão suspender suas atividades antes do final do expediente normal. A prefeitura já retirou dezenas de contêineres de lixo das ruas para evitar depredações.

Nesta tarde, a demanda pelo transporte coletivo aumentou, indicando que muitos trabalhadores do centro estão retornando para suas casas antes de o protesto começar. Na noite de quinta-feira a manifestação percorreu ruas comerciais quase abandonadas. A cena tende a se repetir nesta segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
ProtestosPorto Alegre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.