Lojas têm até brinquedos e roupas orgânicas

Supermercados e hortifrútis dedicam cada vez mais espaço para os orgânicos e surgem novas lojas especializadas. Trazem inovações que vão de chocolate orgânico a sorvetes, de embutidos a produtos de higiene e limpeza e até brinquedos e roupas. A Natural Fashion, confecção da Paraíba, fabrica roupas femininas, masculinas e infantis, tecidos para decoração e bonecas de pano feitos a partir de fibra de algodão orgânico colorido naturalmente. Os produtos estão à venda nas lojas ArteSã, na Vila Madalena, e Imaginarte, em Cerqueira César. No Empório Taya, também nos Jardins, ao lado de hortifrútis, sucos, geléias, pães, bolos e salgados, há vinhos, prosecco italiano, cervejas alemãs, cacau em pó e bombons. São 2.500 itens. "Cada vez mais, os clientes nos pedem orgânicos", diz Fernanda Lial, de 20 anos, funcionária do Hotel Emiliano que na quarta-feira procurava maçãs, encomenda de uma hóspede. "O velho conceito de que consumir orgânicos é coisa de hippie ?natureba? mudou. Hoje, a oferta de itens naturais e industrializados é maior, as lojas se sofisticaram e as pessoas passaram a procurar orgânicos pelas mais variadas razões, como saúde, beleza e melhor sabor", diz Cenia Salles, de 52 anos, vegetariana desde os 12. Seu Empório Siriúba está em reforma e deve reabrir em 2008 como restaurante de orgânicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.