Lojistas encerram protesto em frente ao Shopping Pátio Paulista

Manifestantes se concentraram em frente à entrada principal do centro de compras, na Rua Treze de Maio, e começaram a se dispersar às 10h,  horário de abertura do shopping

27 de julho de 2012 | 10h43

 

Lojistas e funcionários terminaram às 10h desta sexta-feira, 27, uma manifestação em frente à entrada principal do Shopping Pátio Paulista, ameaçado de ser fechado pela Prefeitura pela falta de vagas de estacionamento. O ato, que começou às 8h, é organizado pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo (SECSP), que afirma ter levado 600 pessoas ao protesto. De acordo com a Polícia Militar, havia 200 manifestantes.

Os manifestantes se concentraram em frente à entrada principal do centro de compras, na Rua Treze de Maio, e começaram a se dispersar às 10h,  horário de abertura do shopping. Uma faixa da esquerda foi ocupada por um carro de som, mas não há registro de congestionamento, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).  De acordo com a PM, o protesto foi pacífico.

Trata-se da terceira manifestação organizada pelo sindicato na capital,todas pelo mesmo motivo. "Queremos preservar o empregos dos trabalhadores que trabalham nesses shoppings", diz Josimar Andrade, um dos diretores sindicais do SECSP. De acordo com ele, o Pátio Paulista gera 6 mil empregos diretos em 230 lojas.

Na manhã de quinta-feira, lojistas se reuniram em frente ao Shopping Frei Caneca e, na sexta-feira passada, no Pátio Higienópolis, unidades também ameaçadas de serem fechadas pela Prefeitura por problemas na documentação. O Frei Caneca tinha até a meia-noite de ontem para encerrar as atividades, mas conseguiu na Justiça, na quarta, um prazo de mais dez dias para se regularizar.

De acordo com Josimar Andrade, o sindicato irá realizar atos como o desta sexta em 28 shoppings da capital com risco de serem fechados por  causa de irregularidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.