Lote suspeito de Toddynho é retirado de circulação no RS

Consumidores relataram alterações de sabor e odor e ardência na boca; empresa admitiu alteração no padrão de qualidade do lote

Elder Ogliari, O Estado de S. Paulo

11 Agosto 2014 | 20h09

PORTO ALEGRE - A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul determinou que a Pepsico, fabricante do achocolatado Toddynho, retire do mercado um lote do produto colocado sob suspeita de contaminação. Em nota distribuída à imprensa gaúcha, a empresa informou que já recolheu as embalagens de 200 ml que estavam no varejo e pediu que consumidores que tenham unidades em casa entrem em contato com o número 0800 703 2222 para pedir a substituição. 

A interdição do lote GRU L15 23:04 até 23:46 do produto, com validade de 29/11/2014,  se deve-se à reclamação de dois consumidores, um de Viamão e um de Porto Alegre, que relataram à Vigilância Sanitária terem sentido alterações de sabor e odor e sensação de ardência na boca após a ingestão do produto. A Secretaria da Saúde encaminhou amostras a Laboratório Central do Estado para análise e apuração das causas do mal-estar sentido pelos consumidores. O resultado é esperado para a próxima semana. 

A empresa admitiu ter identificado uma alteração no padrão de qualidade do lote, capaz de causar desconforto estomacal, ressalvando que os demais lotes estão apropriados para o consumo. Em setembro de 2011, um lote do mesmo produto provocou enjoos em 39 pessoas e teve sua comercialização suspensa temporariamente por estar contaminado com material de limpeza.

Mais conteúdo sobre:
Toddynho Rio Grande do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.