Loterias da Caixa batem recorde de arrecadação em 2008

Foram somados cerca de R$ 5,7 bilhões em apostas, 10,5% a mais que em 2007; R$ 3,59 bilhões foram doados

Agência Brasil,

13 de janeiro de 2009 | 16h42

As loterias da Caixa Econômica Federal bateram recorde de arrecadação em 2008. As apostas somaram R$ 5,7 bilhões. O valor representa um crescimento de 10,5% em relação a 2007. As informações foram divulgadas nesta terça-feira, 13, pelo banco. Pouco mais de 30% do valor total, R$ 1,76 bilhão, foram distribuídos em prêmios, sendo a Mega-Sena a responsável pela maior quantidade, R$ 714 milhões.   Veja também: Mega-Sena acumula mais uma vez e deve pagar R$ 7,5 milhões Confira os números mais apostados na Mega Confira os resultados de todas as loterias    A Mega-Sena foi a que mais arrecadou: R$ 2,39 bilhões. A Lotofácil ficou em segundo lugar, com R$ 1,46 bilhão de arrecadação e, em seguida, a Quina, com R$ 707 milhões.   A Caixa informou também que houve um aumento de 6% nos repasses sociais e mudanças nos jogos, que prometem atrair mais os apostadores. Do total arrecadado, R$ 2,72 bilhões foram destinados ao governo federal e a entidades não-governamentais, entre elas o Comitê Olímpico Brasileiro. Em números absolutos, a seguridade social recebeu o maior montante, R$ 876 milhões.    (Com Talita Figueiredo, de O Estado de S.Paulo)   Atualizado às 19 horas para acréscimo de informações  

Tudo o que sabemos sobre:
loteriasCaixa Econômica Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.