Lúcio Alcântara manifesta pessoalmente apoio a Alckmin

Acompanhado de um grupo de cinco deputados eleitos, o governador do Ceará, Lúcio Alcântara (PSDB) comunicou pessoalmente nesta terça-feira ao tucano, Geraldo Alckmin, em São Paulo, o seu apoio na disputa para o segundo turno. Com esse gesto, o cearense procura afastar especulações de que iria apoiar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no segundo turno. Rompido com o presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati, Lúcio Alcântara não conseguiu ser reeleito e perdeu o governo estadual para Cid Gomes, do PSB. Tasso, por sua vez, está articulando o apoio do PDT a Geraldo Alckmin e, juntamente com o presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen, deve se reunir em breve com o presidente do PDT, Carlos Luppi. A expectativa do comando político da campanha de Alckmin é de que ainda nesta terça seja oficializado o apoio de Anthony Garotinho, como também do grupo do PMDB gaúcho, que não pretende acompanhar a posição de neutralidade do governador Germano Rigotto (PMDB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.