Lula arrecada R$ 22,6 milhões, e Alckmin R$ 21 milhões

O comitê financeiro do candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, declarou nesta quarta-feira, 06, que arrecadou na campanha, por enquanto, R$ 21.000.295 e gastou R$ 20.218.852,77.A maior despesa da campanha de Alckmin, que está em segundo lugar nas pesquisas de intenção de votos, foi com a produção de programas de rádio e televisão ou vídeo, no valor de R$ 8.684.934,75. O segundo maior gasto foi com publicidade por materiais impressos, num total de R$ 3.532.695,06.O PT informou que a campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à reeleição, arrecadou, até o momento, R$ 22,683 milhões e gastou R$ 20,143 milhões.Com 1% nas pesquisas de intenção de voto, o candidato do PDT, Cristovam Buarque, informou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que arrecadou R$ 950.010 e gastou R$ 914.502,08. Segundo a declaração enviada ao TSE, mais da metade da despesa foi com programas de rádio, televisão e vídeo, que consumiram R$ 460.109.O comitê financeiro do candidato a Presidência pelo PSL, Luciano Bivar, comunicou ao TSE que foram arrecadados R$ 289.032,36 e que foram gastos R$ 173.877,32. Já o candidato informou ter obtido uma receita estimável em dinheiro no valor de R$ 152.094,60.A divulgação parcial de despesas e receitas dos candidatos foi uma novidade introduzida pela minirreforma eleitoral, aprovada no início deste ano. Os candidatos já fizeram uma prestação de contas parcial, em 06 de agosto, e outra nesta quarta.A última deverá ser encaminhada ao tribunal até 30 dias após a eleição. Na prestação de contas final, os candidatos terão de listar os nomes dos doadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.