Lula autoriza estudos para aumentar limite de saques do FGTS

Diferença seria dada para as vítimas de catástrofes naturais, como os moradores afetados pela chuva em SC

Leonêncio Nossa, O Estado de S.Paulo

01 de dezembro de 2008 | 15h52

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou nesta segunda-feira, 1º, estudos aos ministros da área econômica para o aumento do valor dos saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), em caso de catástrofes naturais, e o direito a dois saques por ano. Atualmente, o decreto 5113/2004 permite o limite de R$ 2,6 mil e apenas um saque no período de 12 meses.   Veja também: Saiba como ajudar as vítimas da chuva IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas     A decisão foi tomada na reunião com o grupo de coordenação política, em resposta ao pedido do governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira (PMDB), e da senadora Ideli Salvatti (PT-SC), para atender os moradores do Estado, atingidos pelas enchentes. Em seu programa de rádio Café com o Presidente, Lula afirmou que não faltará ajuda do governo federal à população prejudicada pelas chuvas que atingem Santa Catarina.   O presidente lembrou as medidas tomadas para recuperar o Estado, como a liberação de R$ 1,5 bilhão da Caixa Econômica Federal em crédito para as vítimas e a decisão de facilitar a liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), "pra gente retomar logo a atividade econômica". Além disso, Lula disse que o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) se encarregou de fazer um levantamento dos prejuízo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.