Lula caminha para segundo mandato, diz jornal britânico

A edição desta terça-feira do jornal britânico Financial Times aponta a possibilidade de o presidente Luiz Inácio Lula da Sila se reeleger ainda no primeiro turno das eleições deste ano.O diário afirma que o presidente brasileiro "passou por cima" dos escândalos de corrupção relacionados ao Partido dos Trabalhadores, classificando o presidente de "resistente" e destacando sua vantagem nas pesquisas de intenção de voto.A explicação para o crescimento de Lula nas pesquisas, segundo o jornal, é o próprio desempenho do presidente e os problemas enfrentados pelos adversários. A principal vantagem de Lula seria a percepção por parte dos leitores de que o presidente está "beneficiando os pobres do país com uma economia bem administrada".Geraldo Alckmin tem dificuldades na campanha, segundo análise do FT, já que possui dificuldades para atacar Lula e seus programas de governo possuem muitos pontos em comum. Assim, os eleitores "podem se perguntar quais são as diferenças entre os dois e por que arriscar em uma mudança", afirma o diário.Entretanto, Lula teria como principais obstáculos os investimentos mal direcionados do governo, carga fiscal alta, leis trabalhistas datadas, regulamentações confusas e judiciário imprevisível.O crescimento de Heloisa Helena, do PSOL, também é apontado como uma mudança nos rumos da campanha. O jornal aponta que a candidata está tomando votos tanto de Lula quanto de Alckmin. O principal trunfo da candidata seria mostrar uma alternativa para o que está sendo feito por Lula e reais mudanças em relação ao seu governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.