Lula chega a evento do PT, após incidente entre sindicalistas

O presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva participa no clube Juventus, em São Paulo, de plenária do PT. Antes de sua chegada, um grupo de manifestantes da empresa Flaskô, de Sumaré (SP), foi agredido por seguranças do evento, após estender uma faixa com os dizeres ?Lula, cumpra sua palavra na campanha eleitoral: estatização para salvar todos os empregos das fábricas ocupadas?.Segundo Fernando Gomes Martins, um dos funcionários da Flaskô, Lula teria prometido ajudar a empresa e não cumpriu a promessa e, por isso, eles abriram uma faixa cobrando o cumprimento da promessa.Imediatamente, seguranças do PT e sindicalistas tomaram a faixa e expulsaram os funcionários a tapas e pontapés. Martins acusou o presidente do sindicato dos Metalúrgicos do ABC, José Lopes Feijóo, de incitar os seguranças e sindicalistas a tomarem a faixa e expulsarem os trabalhadores. "Foi o Feijóo quem nos mandou tirar. Ele disse ´tira a faixa da mão deles e toca pra fora´", acusou Martins. Segundo ele, os trabalhadores expulsos do Juventus são ligados ao Sindicato dos Químicos de Campinas, todos filiados à CUT e ao PT.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.