Lula cobra de Alckmin participação de SP no programa "Luz para Todos"

O presidente e candidato à reeleição pelo PT, Luiz Inácio Lula da silva, cobrou do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, a participação de São Paulo no programa "Luz para Todos". "São Paulo assumiu de dar 10% e não deu nada. Agora o governador Cláudio Lembro deu algo para participar", disse. O petista aproveitou para destacar que, com este programa, cerca de 5 milhões de pessoas já foram atendidas e que até 2008 o objetivo é atingir 12 milhões. Alckmin não respondeu, mas disse que o candidato petista costuma mudar nomes de programas. "O ´Luz para Todos´ é o ´Luz no Campo´ que o Fernando Henrique Cardoso fez. É claro que vou manter, ampliar o projeto porque energia é uma coisa importante, é uma questão que interessa para todos", afirmou Alckmin, que aproveitou para criticar a falta de investimento durante o governo Lula na área de irrigação."Na zona rural, todos os governos que passaram fizeram irrigação. O Lula foi o único que não fez. O projeto em Petrolina está abandonado, o de juazeiro também. Todos os projetos de irrigação estão parados. Eu vou continuar o ´Luz para todos´".Em sua defesa, Lula disse que programa do governo FHC "atendia muito pouca gente porque era cobrado" e reforçou que o governo de São Paulo não colocou "um centavo" no programa. De acordo com ele, foi o governo federal quem investiu na distribuição de energia elétrica no Estado de São Paulo. Mas Alckmin disse que São Paulo não precisa do programa porque a zona rural do Estado já conta com energia elétrica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.