Lula determina que PF investigue pista de Congonhas

Presidente pede que Tarso Genro, ministro da justiça, abra inquérito sobre responsáveis pelo acidente

REUTERS

18 Julho 2007 | 11h00

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou ao ministro da Justiça, Tarso Genro, a abertura de um inquérito policial para investigar a responsabildade de algum órgão público com relação à pista de vôos e decolagens do aeroporto de Congonhas.    Veja também: Lista das 186 vítimas do acidente Opine: o que deve ser feito com Congonhas? O local do acidente Os piores desastres aéreos do Brasil Conheça o Airbus A320 Galeria de fotos Assista a vídeos feitos no local do acidente Conte o que você viu e o que você sabe "O inquérito vai verificar a eventual responsabilidade de algum órgão público", disse o ministro em entrevista à rádio CBN ao ser perguntado se a pista tinha condições de funcionar depois da reforma realizada nos últimos meses. Na terça-feira, um Airbus da TAM com 186 pessoas a bordo, que fazia o vôo JJ 3054 e partiu de Porto Alegre no final da tarde, não conseguiu frear ao aterrissar em Congonhas, passou por cima de uma importante avenida de São Paulo e se chocou contra dois prédios e um posto de gasolina. O avião, o prédio e o posto pegaram fogo. Segundo informações do Palácio do Planalto, o presidente quer saber com rapidez se houve alguma precipitação na entrega da pista principal do aeroporto paulista, que passou por reformas entre maio e junho, voltando a operar no último dia 29. A investigação será realizada pela Polícia Federal. Tarso Genro dará uma coletiva de imprensa às 11 horas (horário de Brasília), para conceder mais detalhes sobre o pedido feito à Polícia Federal. (Por Natuza Nery e Henrique Melhado Barbosa)

Mais conteúdo sobre:
MANCHETES ACIDENTE LULA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.