Lula deveria ir a debates e Alckmin vai mal na mídia, diz pesquisa

A pesquisa CNT/Sensus detectou que 78,9% dos entrevistados consideram que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deveria participar dos debates eleitorais. Apenas 14,6% avaliam que ele não deveria participar dos debates.De acordo com a pesquisa, o conhecimento prévio sobre o candidato é um dos critérios mais levados em conta pelos eleitores quando se trata de exposição na mídia.Segundo a pesquisa, o conhecimento prévio foi apontado pro 39% dos entrevistados como principal critério de mídia. "Sem dúvida, Lula é beneficiado por este fator, considerado o mais importante pelos entrevistados", afirmou o diretor da Sensus, Ricardo Guedes.Os programas eleitorais foram apontados por 22,% dos entrevistados como principal critério de escolha. Os debates na TV foram apontados por 19,3%. O contato pessoal com o candidato foi apontado por 7,4% como fator decisivo para a escolha do candidato.Em outro questionário, a pesquisa mostrou que a proposta dos candidatos é decisiva para a escolha do voto para 49,6% dos eleitores, enquanto que as qualidades pessoais aparecem com 34,1% e o partido político com 7,4%.AlckminNa avaliação do diretor do Instituto Sensus Ricardo Guedes, três fatores podem ter contribuído para a queda significativa do tucano: seu desempenho na mídia não está sendo satisfatório; a expectativa de vitória de Lula leva o eleitor a migrar para Heloísa Helena; os ataques do PCC em São Paulo, Estado que foi governado por Alckmin até recentemente.Segundo Guedes, a classe média alta não quer Lula, mas tampouco acha Alckmin adequado. "Alckmin não tem sido eficiente na mídia e, se ele se expõe, perde votos", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.