Lula diz que assassinato de juiz foi barbárie

O presidente Luiz Inácio Lula da Silvaclassificou neste sábado, em Joinville, o assassinato do juiz José Antonio Machado Dias como barbárie. Ao chegar ao Hotel Pathernon Prinz, Lula subiu para a suíte presidencial econversou por telefone com o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, de quem recebeu a garantia de que a Polícia Federal está empenhada em descobrir o autor do crime.?Foi uma barbárie?, afirmou Lula. ?Não podemos admitir a hipótese de que isso continue acontecendo no Brasil e num estado de direito que nós sonhamos em construir no País.? De acordo com Lula, o crime organizado não pode vencer a honestidade e a parte da sociedade que trabalha e vive à custa de seu suor.?Por isso, temos de nos convencer de que o combate à violência e ao crime organizado vai exigir muito mais inteligência, muito mais competência do que habitualmente se tinha no Brasil para enfrentar bandidos comuns.?O presidente disse ainda que o governo vai utilizar toda a Inteligência da polícia brasileira para vencer o narcotráfico e o crime organizado.Veja o índice de notícias sobre o Governo Lula - Os primeiros 100 dias

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.