Lula e Alckmin exploram debate, mas apresentam programas serenos na TV

A retomada do horário eleitoral gratuito na TV, nesta quinta-feira, teve tom sereno, sem a animosidade verificada durante o debate do fim de semana na TV Bandeirantes, entre os dois candidatos à Presidência no segundo turno, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB). Lula reabriu a programação com agradecimentos "aos mais de 46 milhões de votos recebidos no primeiro turno". Lula ressaltou que essa nova fase da campanha, acima de tudo, vai se concentrar na divulgação de propostas para o futuro, "numa campanha sem baixaria, sem agressões".A propaganda do presidente dedicou a maior parte do tempo a ressaltar os bons momentos durante o debate de domingo passado. Lula destacou as mudanças na economia, que favoreceram a exportação, elevaram o nível das reservas internacionais e proporcionaram mais empregos.O programa do candidato do PT retomou as críticas às privatizações. "Quando não tiver mais o que vender, o que se vai fazer? Vender a Amazônia?". Quanto ao dossiê Vedoin, que teria sido forjado pelo PT, a propaganda insistiu que nenhuma pergunta deixou de ser respondida pelo candidato Lula durante o debate.Campanha de AlckminNa segunda metade do horário eleitoral gratuito, a propaganda do candidato Geraldo Alckmin abriu comemorando o resultado do primeiro turno. A campanha mostrava eleitores que declaravam o voto em Geraldo. Também foi destaque o debate do último domingo na TV Bandeirantes, mas a edição do programa diluiu a agressividade de Alckmin. "Quando foi preciso, Geraldo foi duro com Lula", justificou ao reprisar a pergunta do tucano sobre a origem do dinheiro que seria utilizado na compra do dossiê Vedoin.Alckmin adianta no programa que uma de suas prioridades no governo será a criação do Plano Nacional de Segurança, "e leis mais duras contra os criminosos". Outro ponto destacado foi o Plano Nacional de Desenvolvimento, com "obras para gerar emprego, melhorar a sua vida".A propaganda de Geraldo Alckmin investiu em sua gestão como governador do Estado de São Paulo. Imagens mostravam o candidato inspecionando hospitais e o transporte público, quando governador. Alckmin também dedicou o primeiro programa do segundo turno aos que confiaram o voto na sua candidatura. Sem perder a oportunidade da data de hoje, Dia das Crianças, ele finalizou o programa com uma homenagem, aos "brasileiros e brasileiras que vão construir o futuro de nosso País."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.