Lula e Jobim desconhecem conteúdo da caixa-preta, diz Saito

Comandante diz que apenas Aeronáutica, TAM e Airbus tiveram acesso aos dados sobre o vôo 3054

Felipe Maia, da Agência Estado,

08 de agosto de 2007 | 16h43

O Comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, afirmou não acreditar que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ou o ministro da Defesa, Nelson Jobim, tiveram contato com as informações das caixas pretas do Airbus da TAM que se acidentou no Aeroporto de Congonhas. Segundo ele, é provável que apenas a Aeronáutica, a companhia aérea e a Airbus saibam do conteúdo das caixas, além de órgãos internacionais de segurança de vôo. Saito, que depõe à CPI ao Apagão Aéreo da Câmara nesta quarta-feira, 8, afirmou também que a Aeronáutica não abriu inquérito para apurar o vazamento dessas informações para a imprensa. O comandante da Aeronáutica justificou também o fato de a União ter pedido, na terça-feira, 7, ao Tribunal Regional Federal (TRF) de São Paulo, que suspendesse a liminar que ordenava ao Ministério Público Federal (MPF) e à Polícia Federal a apreensão de documentos sobre tráfego aéreo nos Aeroportos de Congonhas e de Cumbica e no 1º Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo (Cindacta-1), em Brasília. O brigadeiro afirmou que "não seria conveniente" a divulgação daqueles documentos, pois possuem informações sobre o tráfego de aviões civis e militares, já que o sistema de controle aéreo é integrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.