Lula e Márcio Thomaz Bastos discutem violência no Rio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne nesta manhã com o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, para avaliar a transferência do traficante Fernandinho Beira-Mar, durante a madrugada, para o presídio de Presidente Bernardes, em São Paulo, e discutir um plano de ação conjunta entre a União e o governo do Rio de Janeiro, para resolver o problema da violência no Estado. O ministro Márcio Thomaz Bastos disse que será discutida uma pauta de medidas, que ele não quis antecipar. "Nós vamos discutir amplamente com o presidente da República e com os ministros da área as providências que o governo federal pode tomar em auxílio ao governo estadual na sua luta pela segurança", disse o ministro, em entrevista por telefone ao Bom Dia Brasil, da TV Globo.Ontem à noite, o ministro reuniu-se no Rio de Janeiro com a governadora Rosinha Garotinho, para acertar os detalhes da ajuda do governo federal. Segundo Márcio Thomaz Bastos, o uso das Forças Armadas no Rio de Janeiro, durante o carnaval, não está descartado. "Isso vai ser levado em consideração na reunião com o presidente. Nós vamos decidir isso. Há um pedido da governadora Rosinha (Rosinha Garotinho) nesse sentido", afirmou. Para ajudar a entender a violência e o poder do tráfico no Rio de Janeiro: O Mapa do Tráfico no RioO tráfico de Beira-Mar Exército da Colômbia anuncia a prisão de Fernandinho Beira-Mar> Beira-Mar liga políticos e policiais ao tráfico> Fernandinho Beira-Mar é transferido para o Rio Beira-Mar lidera motim em Bangu e mata rivais De segurança máxima, prisões têm só o nome Bangu 1: 14 anos, 48 celas e muitas ´personalidades´A segurança máxima. Aqui e nos EUAUma penitenciária à prova de Beira-MarBeira-Mar: da infância pobre ao comando do tráficoVeja o especial:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.