Lula evita falar sobre escândalo na chegada a NY

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva evitou comentar na noite de segunda-feira o mais recente escândalo envolvendo os petistas presos por tentarem comprar o dossiê que incriminaria o candidato tucano ao governo do Estado de São Paulo, José Serra. Abordado por jornalistas em sua chegada a Nova York, onde abre a 61.ª Assembléia-Geral da ONU, Lula se limitou a informar: "Amanhã eu falo com vocês".Lula chegou à cidade acompanhado do secretário-geral da Presidência, Luiz Dulci, do ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, do porta-voz André Singer e do assessor especial para assuntos internacionais Marco Aurélio Garcia. A comitiva brasileira ficará hospedada no Waldorf Astoria, um dos hotéis mais famosos da cidade e onde também se encontra o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush. Por conta dos hóspedes especiais, as ruas em volta do hotel estão fechadas e sob vigilância da polícia de Nova York.

Agencia Estado,

19 de setembro de 2006 | 07h22

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.