Lula já confirmou que irá a debate na Band e na Globo

A Bandeirantes realiza o primeiro debate entre os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva e Geraldo Alckmin no próximo domingo, a partir das 20 horas. Na Globo, o encontro está agendado para o dia 27, às 22h30, antevéspera da votação.Ainda são poucos os detalhes do embate na Globo. A rede, que não contou com a presença do presidente no primeiro debate, realizado na quinta-feira passada, já obteve a confirmação da participação de Lula neste segundo turno. No encontro do último dia 28, Lula manteve o suspense sobre sua participação até as 19 horas, quando, por comunicado oficial, avisou que não compareceria. No entanto, fez manifestações públicas de que iria a debates caso as eleições fossem levadas para o segundo turno.Alckmin também confirmou presença no novo debate da Globo. Uma das poucas certezas da casa é a presença de William Bonner novamente no papel de mediador. Segundo a Central Globo de Comunicação (CGCom), as regras devem ser muito parecidas com as definidas na última quinta-feira.Modelo ainda não foi definidoNos debates de segundo turno realizados pela TV Globo em eleições anteriores, a emissora contou com a presença de uma platéia de eleitores indecisos selecionados pelo Ibope, que tinham direito a fazer perguntas aos candidatos. Até o momento, a Globo não menciona que será esse o modelo do encontro do dia 27. Na Record só existe, por enquanto, a intenção de realizar um debate no dia 16, o que depende exclusivamente da confirmação da presença dos participantes. Os jornalistas Paulo Henrique Amorim, Celso Freitas e Adriana Araújo estão escalados para apresentar e mediar um eventual encontro. No primeiro turno, a emissora chegou a iniciar negociações para um debate, mas desistiu diante da hipótese do não comparecimento dos candidatos que lideravam as pesquisas - para governos estaduais e presidência.BandeirantesJá na Bandeirantes as definições estão em estágio avançado. Segundo o diretor de Jornalismo do canal, Fernando Mitre, tanto Alckmin como Lula fizeram questão de confirmar nesta segunda-feira presença no debate. A emissora chegou a marcar o programa para as 21 horas, mas antecipou o encontro em uma hora para não concorrer com o sono do público. Afinal, serão cerca de duas horas de confronto e o número de televisores ligados cai consideravelmente após as 22hs.Comandado por Ricardo Boechat, o debate será dividido em cinco blocos. Na primeira parte, os dois candidatos responderão a perguntas feitas pelo mediador e, mais adiante, terão direito a fazer uma pergunta ao adversário. No segundo e terceiro blocos, candidato faz pergunta para candidato. Serão seis perguntas por bloco, com duração de 45 segundos cada e 2 minutos para resposta. Cada um terá direito a 1 minuto para réplica e o mesmo tempo para tréplica. No quarto bloco, só os três jornalistas da bancada - ainda não definidos - fazem perguntas.No quinto e último bloco cada candidato terá direito a mais uma pergunta ao seu concorrente e serão abertos 3 minutos a cada um para as considerações finais. O evento provavelmente terá platéia, com convidados de cada candidato. A Band não sabe ainda se abrirá vagas para outros convidados.As emissoras também realizarão debates entre candidatos a governos estaduais nos dez Estados onde a definição se arrastou para o segundo turno. Na Bandeirantes, os encontros estão marcados para segunda-feira próxima, dia 9, às 21 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.