Lula manda carta ao presidente italiano sobre caso Battisti

Elaborado pelo ministro da Justiça, documento será entregue pelo Departamento de Europa do Itamaraty

Leonencio Nossa, de O Estado de S. Paulo,

23 de janeiro de 2009 | 10h58

O Itamaraty entrega na manhã desta sexta-feira, 23, ao embaixador italiano Michele Valensise uma carta assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a decisão do governo brasileiro de dar refúgio ao ativista político Cesare Battisti, acusado de terrorismo em seu país. Segundo de fontes do Palácio do Planalto, a carta é endereçada ao presidente da Itália, Giorgio Napolitano.   Veja também:  TV Estadão: Ideologia não influenciou concessão de refúgio, diz Tarso   Documento: Processo do Ministério Público que defere extradição de Battisti     Opine: Você concorda com o refúgio dado a Cesare Battisti?  Leia tudo o que já foi publicado sobre o caso e entenda o processo    Elaborada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, e assinada na noite da quinta-feira, 22, por Lula, a carta destaca que o governo é soberano para tomar a decisão de manter o militante comunista italiano no País, segundo um diplomata.   Está previsto para esta sexta encontro da diretora do Departamento de Europa do Itamaraty, Maria Edileuza, com o embaixador Valensise, para entrega formal da carta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.