Lula perde 10 segundos na propaganda eleitoral

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sofreu nesta terça-feira, 29, mais uma derrota no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O ministro Carlos Alberto Menezes Direito atendeu a um pedido do PSDB e PFL, impondo uma perda de 10 segundos em inserção da propaganda de Lula no rádio e na televisão. Para convencer o ministro, os advogados da campanha de Geraldo Alckmin argumentaram que, no dia 23, Lula usou 20 segundos do horário eleitoral da candidata do PT ao governo do Distrito Federal, Arlete Sampaio. O ministro concluiu que, de fato, a intervenção de Lula no horário eleitoral não foi de apoio à candidata petista, mas sim de exaltação a seu trabalho na Presidência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.