Lula promete expandir Samu e ampliar "Brasil Sorridente"

O tema saúde foi o foco do programa eleitoral gratuito deste domingo, 22, do presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva. No programa transmitido por cadeia de rádio na hora do almoço, o presidente prometeu expandir o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu/192); ampliar o projeto "Brasil Sorridente", de saúde bucal; criar o projeto "Olhar Brasil", de atendimento oftalmológico; e desenvolver a melhoria da qualidade do serviço de pronto atendimento no País.O programa citou algumas ações do governo federal no setor de saúde, entre elas o aumento do número de equipes do projeto de saúde da família, de 16 mil para 26 mil, a criação, no ano passado, do projeto Brasil Sorridente - com 14 mil equipes em todo o País e 40 centros especializados - e o projeto de Farmácia Popular, que distribui remédios até 90% mais baratos em 203 farmácias e 4 mil drogarias credenciadas."Aumentamos o orçamento saúde em 60%, fortalecemos e implantamos os projetos Samu e Brasil sorridente e criamos a nova política de saúde para o idoso", disse Lula durante o programa."Uma das áreas com mais problemas são as unidades de urgência e emergências. Estamos investindo R$ 350 milhões na reforma, ampliação e melhoramento de várias unidades no País. Não existe receita milagrosa, mas também não existe mistério. Com experiência que adquirimos será possível avançar muito mais", acrescentou.

Agencia Estado,

22 de outubro de 2006 | 13h08

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.