Lula promete expandir Samu e ampliar "Brasil Sorridente"

O tema saúde foi o foco do programa eleitoral gratuito deste domingo, 22, do presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva. No programa transmitido por cadeia de rádio na hora do almoço, o presidente prometeu expandir o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu/192); ampliar o projeto "Brasil Sorridente", de saúde bucal; criar o projeto "Olhar Brasil", de atendimento oftalmológico; e desenvolver a melhoria da qualidade do serviço de pronto atendimento no País.O programa citou algumas ações do governo federal no setor de saúde, entre elas o aumento do número de equipes do projeto de saúde da família, de 16 mil para 26 mil, a criação, no ano passado, do projeto Brasil Sorridente - com 14 mil equipes em todo o País e 40 centros especializados - e o projeto de Farmácia Popular, que distribui remédios até 90% mais baratos em 203 farmácias e 4 mil drogarias credenciadas."Aumentamos o orçamento saúde em 60%, fortalecemos e implantamos os projetos Samu e Brasil sorridente e criamos a nova política de saúde para o idoso", disse Lula durante o programa."Uma das áreas com mais problemas são as unidades de urgência e emergências. Estamos investindo R$ 350 milhões na reforma, ampliação e melhoramento de várias unidades no País. Não existe receita milagrosa, mas também não existe mistério. Com experiência que adquirimos será possível avançar muito mais", acrescentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.