Lula quer mais saques do FGTS em caso de catástrofes

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou aos ministros da área econômica um estudo para o aumento do valor dos saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), em caso de catástrofes naturais, e o direito a dois saques por ano. Atualmente, o decreto 5113/2004 permite o limite de R$ 2,6 mil e apenas um saque em 12 meses. A decisão foi tomada no encontro com o grupo de coordenação política, em resposta ao pedido do governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira (PMDB), e da senadora Ideli Salvatti (PT-SC). "Poucas vezes houve uma devastação tão grande no País", avaliou Lula durante o encontro, segundo um ministro. Depois, ao anunciar o Plano Nacional Sobre Mudança do Clima, no Planalto, Lula disse que era preciso uma análise de especialistas para entender as causas da enchente em SC. Por determinação do presidente, o ministro Jorge Félix, do Gabinete de Segurança Institucional, reuniu-se com integrantes de outras pastas para avaliar novas ações de ajuda aos moradores do litoral catarinense.

Leonencio Nossa e Tânia Monteiro, O Estadao de S.Paulo

02 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.