Lula sancionará referendo para desarmamento, diz Bastos

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos afirmou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverá sancionar o estatuto do desarmamento com o referendo popular marcado para outubro de 2005. O referendo foi retirado na votação na Câmara, mas foi reintroduzido pelos senadores. "Não examinei a questão, mas acredito que sim", disse o ministro, em referência a possibilidade de sanção do projeto com o referendo sobre a proibição de venda de armas no País. Ele afirmou que a manutenção do referendo atende a expectativa da sociedade. O ministro participou hoje na Câmara dos Deputados de sessão solene em homenagem aos advogados que atuaram em defesa dos presos políticos nas décadas de 60 e 70.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.