Lula tira saúde da Funasa e cria secretaria

QUESTÃO INDÍGENA

, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2010 | 00h00

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva tirou ontem da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) a responsabilidade de cuidar da saúde indígena no País e estabeleceu um prazo de 180 dias para que órgão transfira suas atribuições à recém-criada Secretaria Especial da Saúde Indígena (Sesai), braço do Ministério da Saúde. Com a criação da secretaria, o ministério passa a gerenciar diretamente a atenção à saúde dos indígenas, que ficará integrada ao Sistema Único de Saúde (SUS). Hoje o Brasil tem 600 mil indígenas, segundo a Funasa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.