Madrugada tranqüila nos aeroportos de São Paulo

Depois de quatro madrugadas seguidas de caos, superlotação, atrasos, cansaço, revolta e prisões, o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, teve um fim de noite e madrugada mais calmos.Apesar de muitos passageiros ter passado o Natal no saguão de Cumbica, o clima era de apatia, uma espécie de ressaca do caos dos dias anteriores. Eram 3h desta madrugada quando as filas em frente ao balcão de check-in da TAM finalmente restringiram-se à área delimitada pelos cordões de isolamento, ou seja, não chegavam a atingir nem o setor das lojas. Uma hora depois, praticamente não havia mais filas em nenhum dos balcões. Às 5h, o saguão em Cumbica já estava praticamente vazio.Durante toda a madrugada houve registro de atrasos tanto nos pousos como decolagens, mas apenas três destes vôos apresentavam atrasos superior a uma hora e meia.O Aeroporto de Congonhas, na zona Sul da capital paulista, teve um fim de tarde e noite bem tranqüilos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.