Mãe acusada de matar a filha é espancada na cadeia

A mulher de 21 anos que foi presa domingo, em Taubaté, acusada de matar a própria filha, de 1 ano e 3 meses, colocando cocaína na mamadeira da criança, foi espancada na manhã desta segunda-feira, 30, na Cadeia Pública de Pindamonhangaba. Ela havia sido encaminhada à cadeia, logo após prestar depoimento na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), de Taubaté. Segundo informações da polícia civil, ela apresentava fratura no maxilar e diversos hematomas pelo corpo, ao ser internada na Santa Casa de Pindamonhangaba, onde ainda permanecia na tarde desta segunda.O espancamento teria ocorrido pela manhã, logo após as companheiras de cela da mulher terem visto uma reportagem do caso, na televisão. A advogada Gladva de Almeida Ribeiro, que defende a mulher, disse que pretende entrar ainda nesta segunda, com um pedido de liberdade provisória e internação de sua cliente. "Vou avaliar os depoimentos para saber qual o melhor procedimento a ser tomado", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.