Mãe de vítima agride acusado

A dona de casa Erica Reis não suportou a pressão e agrediu ontem um adolescente acusado de levar sua filha de 10 anos para que fosse abusada sexualmente. "Foi ele quem levou minha filha lá para ser abusada. Foi esse daí", gritou Érica antes de partir para cima do menor Z.H. aos safanões. Depois de dar uns tapas no garoto, Érica foi amparada por jornalistas e policiais que estavam na frente da delegacia. Desesperada, ela entrou em estado de choque e foi levada para dentro do prédio.Pouco antes, ela, que tem síndrome do pânico, explicou a mudança na sua vida. "Estamos sofrendo muito. Nossa situação psicológica é dramática", disse. Érica perdeu o trabalho e ficou desempregada depois de faltar ao emprego de cozinheira para cuidar da filha, que passou a apresentar problemas de comportamento após os abusos. A menina deixou a escola, não sai de casa, ficou calada e não vai ao banheiro sozinha. "Não temos assistência, estamos sozinhos e pedimos justiça."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.