Mãe é acusada de jogar bebê contra a parede em BH

Acusada de ter atirado contra a parede a filha de apenas dois meses, Cláudia Braga Lemos, de 34 anos, foi liberada hoje do Hospital Galba Velloso, no bairro Gameleira, localizado na região Oeste da capital mineira, após passar por exames. A mãe reencontrou a filha, Ester Lemos de Alquimim Braga, no bairro Morro das Pedras, também localizado na região Oeste. O bebê, socorrido por parentes e vizinhos, também passou por exames no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. Apesar do susto, não sofreu nada e foi liberado pelos médicos.Militares do 22º Batalhão da Polícia Militar informaram que receberam a denúncia de vizinhos de que Cláudia teria atirado o bebê contra parede, ontem. Como aparentava sofrer de problemas mentais, a mãe foi levada para o hospital para passar por exames. Porém, foi liberada pelos médicos e voltou para a casa. O bebê também voltou para casa, acompanhado de parentes e vizinhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.