Mãe e filha são encontradas mortas em Piracicaba

Mãe e filha, desaparecidas desde a véspera de Natal, foram encontradas mortas hoje de manhã em um canavial na estrada Piracicaba-Anhembi, em Piracicaba. Fátima Bueno, de 33 anos, e a filha Tatiana Bueno, de 17 anos, foram levadas por bandidos na segunda-feira, quando entravam na chácara da família, perto do Engenho Central. Segundo a polícia civil, não há informações sobre os autores do crime. O marido de Fátima, Valdomir Bueno, desconfiou de seqüestro, mas nenhum contato foi feito com a família. A polícia informou que os corpos estavam em decomposição, o que indica que elas teriam sido mortas ainda na segunda-feira. O carro da família, um Golf preto, no qual mãe e filha foram levadas, foi encontrado perto das vítimas, no canavial. Bueno é dono de um varejão em Piracicaba. A polícia investiga duas hipóteses, seqüestro e duplo homicídio. No dia em que as duas mulheres desapareceram, o comerciante chegou a suspeitar que sua outra filha, cujo nome não foi divulgado, também tivesse sido seqüestrada, mas ela retornou para casa pouco depois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.