Mãe é suspeita de matar criança de tanto bater em Sacramento-MG

Dona de casa já havia sido presa por queimar o rosto do filho com produto químico

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

24 de julho de 2010 | 04h03

SÃO PAULO - A dona de casa Ana Paula Gomes, de 24 anos, é apontada pela polícia de Sacramento (MG), no sudoeste mineiro, a 480 quilômetros de Belo Horizonte, como a responsável pela morte do próprio filho, Luis Felipe, de 3 anos, espancado na noite de quinta-feira, 22.

 

Moradora do imóvel 540 da Rua Oliviel Gomide, no Alto da Boa Vista, Ana Paula, segundo a polícia, caminhou por cerca de uma hora com a criança no colo até a Santa Casa da cidade, onde afirmou aos plantonistas que o menino havia caído. Ao verificar que a criança já estava morta e ver ferimentos nas mãos, cabeça, costas e pernas, o médico acionou policiais militares do 37º Batalhão, que encaminharam a jovem à delegacia. Ana Paula foi autuada em flagrante por homicídio e aguardará presa ao fim do inquérito e ao julgamento.

 

Segundo a polícia, em agosto de 2008, Ana Paula foi presa ao queimar o rosto de Luís Felipe com um produto químico. A mãe perdeu a guarda da criança, mas conseguiu retomá-la após ganhar liberdade provisória. Os outros dois filhos de Ana Paula, de um ano e meio e de seis anos - sendo o mais velho fruto da primeira união da acusada - foram levados para um abrigo da cidade.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeSacramentoMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.