Mãe espanca filho adotivo e vai parar em delegacia

Um menino de 6 anos foi espancado pela sua mãe adotiva no início da tarde de hoje. Ela alegou à polícia que não mais tinha condições psicológicas para criá-lo. Eram 13h30 quando a policial militar Sandra percebeu que o garoto que estava na entrada da Escola Estadual Padre Manuel da Nóbrega, na Freguesia do Ó, na zona norte, apresentava hematomas pelo corpo e resolveu averiguar o caso. Quando foi até a diretoria do colégio, encontrou a mãe da criança, que tentava explicar o que tinha ocorrido com o filho.Convencida de que se tratava de um caso de maus-tratos, a PM encaminhou mãe e filho para a Delegacia de Defesa da Mulher, onde a delegada titular Jeanette Sanjar constatou que havia marcas de espancamento no rosto, braços e pernas da criança. A delegada elaborou um termo circunstanciado contra a mãe da criança e aguarda a chegada do padrasto, para saber se o garoto ficará aos cuidados dele, de parentes ou será encaminhado para o S.O.S Criança. O garoto foi lavado pela polícia para o Instituto Médico Legal, onde passará por um exame de corpo de delito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.