Mãe joga bebê pela janela do 3º andar

Após discutir com o marido, a funcionária pública federal, Cristina Miranda Ferraroli, de 33 anos, jogou seu filho de cinco meses de idade pela janela do 3º andar de um edifício, localizado no bairro de Pinheiros, região sudoeste da capital paulista. Homens do Corpo de Bombeiros ainda encaminharam o bebê Thiago ao Hospital das Clínicas, mas a criança não resistiu aos ferimentos e morreu. O médico de Cristina, o psiquiatra Itiro Chirakawa, disse à polícia que vem tratando a paciente há um mês e que ela sofre de depressão pós-parto. Cristina está internada no Hospital das Clínicas em estado de choque. Segundo a polícia, ela deverá ser indiciada por homicídio doloso. Se ficar comprovado que a moça sofre de depressão, a pena poderá ser atenuada. O caso foi registrado no 14º Distrito Policial, de Pinheiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.