Mãe mata bebê de 40 dias em Ribeirão Preto

A polícia de Guariba, na região de Ribeirão Preto, aguarda o resultado do exame psicológico de Elisângela Cristina da Rocha, de 20 anos, para decidir se pedirá sua prisão. Ela confessou ter praticado os maus-tratos que levaram sua filha, Renilda Cristina da Costa Lopes, de 40 dias, à morte.O bebê, após chorar muito, na última quarta-feira, foi atirado ao chão, levou chutes e beliscões da mãe e foi levado à Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas, em Ribeirão Preto, onde morreu no dia seguinte.Inicialmente, Elisângela tentou esconder o fato, dizendo que o bebê teria caído da cama e sido agredido pela irmã de apenas dois anos. Porém, depois confessou seus atos. A possibilidade de depressão pós-parto também será analisada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.