Mafioso italiano é preso no aeroporto do Rio

O mafioso italiano Nereo Zanghi, de 26 anos, foi preso na madrugada de segunda-feira por agentes da Polícia Federal no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, zona norte do Rio. Segundo informações da polícia italiana, Zanghi foi condenado a sete anos e meio de prisão por tráfico internacional de entorpecentes e estava foragido.Os agentes da PF cumpriram mandado para extradição, expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e prenderam o italiano no saguão do aeroporto quando ele esperava a irmã, que vinha da Itália visitá-lo. Ele foi levado para o Presídio Ary Franco, em Água Santa, onde permanecerá à disposição do STF até que sua extradição seja julgada.De acordo com a polícia italiana, Zanghi nasceu na região da Puglia e pertenceria à máfia chamada Sacra Corona Unita. Ele foi preso na Itália há três anos com outras 35 pessoas, acusado de chefiar o tráfico de cocaína e ecstasy da Holanda para a Itália. Solto para responder em liberdade, fugiu para o Brasil há dois anos.Este é o terceiro mafioso que a PF prende no Rio de Janeiro em menos de um mês. No dia 18 de novembro, o italiano Domenico Safiotti, de 33 anos, foi preso em Petrópolis, região serrana do Rio. Ele foi condenado por tráfico de heroína na Itália e estava foragido no Brasil desde 1997. No dia 24 de novembro, o americano John Edward Alite, acusado de ser um dos chefes da máfia nova-iorquina, foi preso em Copacabana. Agentes do FBI ajudaram a PF nas investigações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.