Mafioso italiano é preso no litoral paulista

Numa operação que envolveu a Interpol e a Polícia Federal foi preso nesta terça-feira, no município de São Vicente, litoral paulista, o italiano Fábio Franco, de 39 anos, apontado como sendo o número 2 da máfia do sul da Itália, conhecida como Sacra Corona. Ele era procurado no mundo todo, sob acusação de homicídios, tráfico de drogas, sequestros e lavagem de dinheiro.Utilizando um passaporte falso, Franco está no Brasil desde 9 de janeiro. Instalou-se em São Vicente e, segundo a Polícia Federal, submeteu-se a cirurgia nas pontas do dedos para apagar as digitais e também faria cirurgia plástica no rosto. Estava preparado para viver incógnito por muito tempo no Brasil.Ele passou a ser procurado com maior intensidade desde a prisão de "Janota", o número 1 da Sacra Corona, ocorrida na Holanda, em dezembro de 2003. Fábio Franco foi transferido para a Superintendência da PF em São Paulo. Ele poderá ser extraditado dentro de um mês para a Itália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.