Mais 21 moradores de rua são recolhidos de cracolândias na zona sul do Rio

Ao todo, em 14º operações do tipo, mais de 950 pessoas já foram retiradas das ruas na cidade

Tiago Regero, estadão.com.br

17 de junho de 2011 | 09h45

RIO - Uma operação para retirar moradores de rua das chamadas "cracolândias" recolheu 21 pessoas na noite de quinta-feira em bairros da zona sul do Rio: 15 adultos e seis crianças. Foi a 14ª ação realizada em conjunto pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Smas) e as polícias Civil e Militar. Desde 31 de março, 953 usuários de crack foram retirados das ruas, sendo 762 adultos e 191 crianças e adolescentes.

 

Participaram da operação 30 policiais e 15 funcionários da secretaria. Eles percorreram pontos dos bairros Flamengo, Laranjeiras, Catete e Glória. Segundo a Smas, foram apreendidas 85 "trouxinhas" de maconha, 28 pedras de crack, além de facas, canivetes e estiletes e material para consumo da droga.

 

Depois de terem sido recolhidos, todos passaram por um processo de identificação na polícia; os menores, na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Esta foi a 5ª operação desde a publicação, no Diário Oficial do Município, da regulamentação que determina a "internação compulsória" dos jovens para tratamento médico, mesmo contra a vontade deles ou da família.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.