Mais 9 ruas da Vila Olímpia vão ter estacionamento proibido

Haverá 400 vagas de Zona Azul e remanejamento de pontos de táxi

Renato Machado, O Estadao de S.Paulo

29 de maio de 2009 | 00h00

A Secretaria Municipal dos Transportes (SMT) anunciou ontem um novo pacote de mudanças no tráfego da Vila Olímpia, zona sul de São Paulo, na tentativa de dar mais fluidez ao trânsito. Como aconteceu em outros bairros, a principal medida será a proibição de estacionamento em determinados horários em nove vias da região, de modo a criar mais uma faixa para os motoristas. As novas regras entram em vigor na segunda-feira.A Vila Olímpia já havia passado por mudanças em setembro do ano passado, quando ficou proibido estacionar em determinados horários em três vias nos arredores da Rua Funchal. Na Rua Elvira Ferraz, a proibição é em período integral. Para compensar, foram criadas vagas de Zona Azul na Rua Senegâmbia.A partir do dia 1º será proibido estacionar em determinados horários - principalmente de segunda a sexta-feira, das 7 às 21 horas, e aos sábados, das 7 às 13 horas - em trechos das Ruas Casa do Ator, Cardoso de Melo, Gomes de Carvalho, Alvorada, Nova Cidade, Vahia de Abreu, Tenerife, Lourenço Marques e Clodomiro Amazonas. Também haverá remanejamento de pontos de táxi que prejudicam o trânsito em quatro vias da região.A SMT também vai criar vagas de Zona Azul em locais em que anteriormente o estacionamento era liberado. Serão quase 400, sendo 381 vagas para automóveis, 4 para caminhões e 8 destinadas exclusivamente para portadores de deficiência física. Haverá também 136 vagas de estacionamento comum para motos. A criação de vagas especiais foi um compromisso assumido pelo secretário Alexandre de Moraes. No início de abril, o secretário publicou uma portaria afirmando que iria criar em 90 dias a quantidade suficiente de vagas para que a cidade respeitasse a lei que prevê reserva de 2% das vagas para esse público. Até então, São Paulo reservava somente 0,7%.ESCRITÓRIOSAinda de acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, as novas mudanças a serem aplicadas na Vila Olímpia foram necessárias por causa do aumento recente na quantidade de escritórios na região, o que criou um alto volume de tráfego e vários gargalos. Esse quadro estaria provocando reflexos em importantes corredores da cidade, como 9 de Julho, Cidade Jardim, Avenida Juscelino Kubitschek e Marginal do Pinheiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.