Mais 90 dias para tirar o RG de cães e gatos em SP

Os cães e gatos da cidade de São Paulo terão mais três meses para virarem verdadeiros cidadãos do mundo animal. Quem ainda não cadastrou seu mascote junto ao Centro de Controle de Zooneses tem até o dia 12 de novembro para tirar o RG do seu bichano. Caso não façam isso, os proprietários poderão ser multados em R$ 20. O prazo para o cadastro de cães e gatos acabava hoje. Mas como só 100 mil animais foram registrados - de uma população de 1,5 milhão de animais -, a coordenação do Centro de Controle de Zoonoses resolveu dar mais 90 dias. "Mesmo assim, acho que a lei que obriga o RG animal foi um verdadeiro sucesso", diz a médica veterinária Noêmia Tucunduva Paranhos, coordenadora do Programa Saúde do Animal. "Antigamente fazíamos de 3 mil a 5 mil cadastros anualmente. Depois da obrigatoriedade, foram 100 mil registros em seis meses. Agora só falta divulgar melhor e esclarecer as dúvidas." De fato, muitos donos de animais ainda não sabem como proceder para tirar o RG. E até as clínicas que fazem o cadastro só aumentam a desinformação. ?Ainda não sei direito se sou obrigada a registrar minhas cachorras", diz Izabel Buoro Petrone, dona das vira-latas Cora e Hama. "Como elas nunca saem de casa, a veterinária disse que não precisava do RG. Até procurei uma clínica cadastrada para saber se era mesmo necessário fazer o registro, e me informaram que só um comprovante de vacinação bastava." A veterinária Noêmia Paranhos explica que todos os proprietários de cães e gatos precisam fazer o RG animal. "Esse programa é importantíssimo para a saúde animal e para a saúde humana", diz. "Precisamos cadastrar todos os animais para descobrir as peculiaridades da população animal. Isso servirá de embasamento para as futuras políticas de saúde pública animal." Além de permitir o estudo das características dos animais da cidade (como sexo e situação reprodutiva), o RG também será útil no caso de o animal um dia fugir de casa. "Será muito mais fácil identificá-lo através do registro", diz Noêmia. "Por isso vamos conscientizar a população da importância do cadastro." O Centro de Controle de Zoonoses e outras 550 clínicas veterinárias fazem o registro. "Mais do que um simples dever, esse registro deveria ser visto como um ato de cidadania, avalia a veterinária do Programa Saúde do Animal."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.