Mais de 100 mil pessoas foram afetadas por chuvas em MG

Mais de 100 mil pessoas já foram afetadas pelas chuvas em Minas Gerais desde 1º de outubro, de acordo com balanço divulgado nesta sexta-feira, 15, pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec). Além disso, subiu para 39 o número de municípios que decretaram situação de emergência. As regiões leste, norte e o Vale do Mucuri continuam sendo as mais atingidas.No início da noite de quinta, 14, segundo a Cedec, a cheia do rio Suassuí Grande provocou a inundação de dois bairros e danos em cerca de 80 residências da parte baixa da cidade de Frei Inocêncio, no leste. O volume de águas no rio chegou a 3,15 metros acima de seu nível normal e 415 pessoas ficaram desabrigadas. Outras 700 ficaram desalojadas. O município está localizado na região do Rio Doce.Em Nanuque, a 603 quilômetros de Belo Horizonte, a cheia do Rio Mucuri - que chegou a atingir 5,60 metros acima de seu nível - ocasionou inundações em cinco bairros e atingiu mais de 300 residências, conforme a Defesa Civil. Três pontes foram destruídas prejudicando o acesso à zona rural do município. A prefeitura avaliou em R$ 2,2 milhões o prejuízo com os danos.De acordo com a Cedec, os temporais provocaram nos últimos dias também inundações e danos em diversas outras cidades mineiras, como Palmópolis, São Francisco, Francisco Badaró, Franciscópolis, Central de Minas e Tumiritinga. O número de desabrigados no Estado chegou a 2.622 e outras 6.276 ficaram desalojadas. A Cedec contabilizava nesta sexta uma população total afetada de 103.630 pessoas. Desde o início do período chuvoso, 12 pessoas morreram em Minas e 36 ficaram feridas.

Agencia Estado,

15 de dezembro de 2006 | 17h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.