Mais de 25 mil estão desalojados ou desabrigados no Rio

Temporais que causaram enchentes e deslizamentos de terra provocaram a morte de 814 pessoas

Solange Spigliatti, Central de Notícias

24 de janeiro de 2011 | 16h50

SÃO PAULO - Mais de 25 mil moradores da região serrana do Rio estão fora de suas residências por conta dos temporais que causaram enchentes e deslizamentos de terra e provocaram a morte de 814 pessoas.

Segundo relatório da Defesa civil Estadual, o número de desabrigados nas cidades da Região Serrana atingidas pela chuva é de 12.293, enquanto que o total de desalojados chega a 12.821.

Os dados são referentes às seguintes cidades:

Teresópolis: 6.210 desalojados e 5.058 desabrigados

Petrópolis (incluindo Itaipava): 3.662 desalojados e 318 desabrigados

São José do Vale do Rio Preto: 2.064 desabrigados

Nova Friburgo: 2.184 desabrigados

Bom Jardim: 1.186 desalojados e 632 desabrigados

Areal: 1.031 desalojados e 1.469 desabrigados

Sumidouro: 290 desalojados e 109 desabrigados

Santa Maria Madalena: 284 desalojados e 44 desabrigados

Sapucaia: 30 desalojados e 140 desabrigados

Paraíba do Sul: 77 desabrigados

São Sebastião do Alto: 32 desalojados e 68 desabrigados

Três Rios: 20 desalojados e 45 desabrigados

Cordeiro: 49 desabrigados

Carmo: 40 desalojados e 12 desabrigados

Macuco: 28 desalojados e 24 desabrigados

Cantagalo: 8 desalojados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.