Mais de 300 brasileiros trocam armas por indenização

No primeiro dia de vigência da indenização que o governo resolveu pagar a quem devolver a arma de fogo, mais de 300 pessoas, em todo o País, fizeram hoje a entrega do instrumento. Com 70 devoluções, Campinas, no interior de São Paulo, saiu na frente. Ainda confusas quanto às regras do programa, milhares de pessoas usaram o primeiro dia para buscar informações sobre o processo de devolução e para obter, nas delegacias, guias que garantem o transporte da arma até o local da entrega, sem o risco de incidentes em alguma blitz.O programa de recompra de armas em poder de particulares faz parte da campanha nacional pelo desarmamento, que se estenderá até o final deste ano. O governo federal vai pagar entre R$ 100 e R$ 300 por arma devolvida, conforme o calibre. Até o final do ano, o governo espera recolher entre 70 e 80 mil armas. Por causa dos contratempos do primeiro dia, só nesta sexta-feira a Polícia Federal vai fechar o primeiro balanço do programa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.