Mais de 35 mil pessoas estão sem luz no Rio Grande do Sul

Fornecimento de energia foi afetado pelos fortes ventos do ciclone extratropical

João Paulo Carvalho , estadão.com.br

02 Agosto 2011 | 12h17

SÃO PAULO - Mais de 35 mil pessoas estão sem luz no Rio Grande do Sul na tarde desta terça-feira, 2, por conta dos fortes ventos originados pelo ciclone extratropical. As informações são das três empresas que fornecem energia elétrica no estado.

 

Nos pontos cobertos pela CEEE, 28 mil pessoas estão sem luz. Só em Porto Alegre e na Região Metropolitana, 3 mil cidadãos foram afetados. A área mais atingida é o bairro Cidade Baixa, na capital, e suas redondezas. Os outros 25 mil clientes sem luz dividem-se em 11 mil no Litoral Sul, 6 mil no Litoral Norte e 8 mil espalhados em diversas áreas.

 

A AES Sul informou que 10 mil pessoas estão sem energias elétrica. A empresa é responsável por fornecer luz a 118 municípios do Rio Grande do Sul.

 

Em nota, a RGE, outra empresa que fornece energia elétrica no estado, não informou o número de pessoas afetadas, mas afirmou que mantém todas suas equipes de manutenção atuando para normalizar a situação e todos os pontos onde houve interrupção já foram identificados pela concessionária.

 

Estado de Alerta. O Rio Grande do Sul continua em alerta nesta terça-feira, 2, para possíveis alagamento e deslizamento de terra em consequência da passagem de um ciclone extratropical sobre o Estado e em Santa Catarina, segundo informações da Defesa Civil estadual, que prevê fortes rajadas de vento e chuva ao longo desta semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.