Mais de 600 mil veículos devem passar pelas rodovias paulistas no carnaval

Mais de 600 mil veículos devem passar pelas rodovias paulistas no feriado prolongado de carnaval, a partir da zero hora de sexta-feira, 24 de fevereiro, até a meia-noite da Quarta-Feira de Cinzas, 1º de março, de acordo com estimativas das concessionárias que administram as Anhangüera, Bandeirantes, Castelo Branco e Raposo Tavares. A concessionária AutoBan estima que 670 mil veículos devem passar pelas rodovias Anhangüera e Bandeirantes durante o feriado. Em direção ao interior paulista, os motoristas devem evitar viajar nos horários das 17 às 20 horas, na sexta-feira, 24, e das 9 às 12 horas, no sábado, 25 de fevereiro. Para o retorno à capital, a maior concentração de veículos está prevista para o horário entre 16 e 21 horas de terça-feira, 28 de fevereiro e no período das 10 às 12 horas de Quarta-Feira de Cinzas, 1º de março. Para evitar congestionamentos, as praças de pedágio irão atender com capacidade plena nas cabines de arrecadação. Se necessário, a concessionária AutoBAn acionará a operação "papa-fila" onde a cobrança da tarifa será efetuada antes das cabines, diminuindo o tempo na operação. De sexta a quarta-feira serão suspensas as obras em execução no Sistema Anhangüera-Bandeirantes que causam interferência no tráfego. Pelas rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares, a previsão da concessionária Viaoeste é de que cerca de 410 mil veículos devem passar nas duas estradas, nos dois sentidos, no carnaval. Em direção ao interior paulista, o horário de pico deverá ocorrer entre 14 e 23 horas de sexta-feira e também das 6 às 15 horas do sábado. No retorno a São Paulo, o movimento deve se intensificar entre as 14 e 23 horas de terça-feira e das 6 às 12 horas de quarta-feira.

Agencia Estado,

21 Fevereiro 2006 | 09h08

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.