Mais de mil vão a funeral da família Wright

Governador José Serra compareceu ao enterro, no Cemitério do Morumby

Vitor Hugo Brandalise, O Estadao de S.Paulo

29 Maio 2009 | 00h00

Centenas de familiares e amigos compareceram ontem ao Cemitério do Morumby, na zona sul da capital, para o enterro dos corpos de oito integrantes da família Wright, mortos no acidente com o bimotor King Air B-350, que caiu na sexta-feira em Trancoso, na Bahia. No início da tarde, em cerimônia ecumênica na Igreja Nossa Senhora de Fátima, no Sumaré, zona oeste, cerca de 1,3 mil pessoas prestaram as últimas homenagens à família.Os corpos do empresário Roger Ian Wright, dos filhos Felipe e Verônica, dos netos Victória, Gabriel e Francisco, do genro Rodrigo de Mello e Faro e da nora Heloísa Alquéres Wright foram enterrados lado a lado no Morumby. Familiares optaram por cremar os corpos de Lucila Lins, mulher do empresário, e de Nina Pinheiro, neta de Lucila. "É uma história que se vai, que acaba aqui. É tanta tristeza que nem sabemos por quem chorar", disse, emocionada, a meia-irmã do empresário, Marina Arnesen Wright. "Roger era uma referência na família, que não será esquecida. Tratava igualmente funcionários, sócios, familiares", disse James Wright, outro meio-irmão do empresário.DISCURSOSA cerimônia ecumênica - que reuniu boa parte das figuras importantes do mundo financeiro do País - foi marcada por discursos emocionados de parentes de Roger e Lucila, que estiveram abraçados nas primeiras fileiras da igreja durante todo o ato. "Devemos manter vivas as pessoas maravilhosas que se foram, ao seguir os valores que nos deixaram", disse o consultor de empresas Stephen Kanitz, amigo de Roger, presente à cerimônia. O governador José Serra (PSDB) também compareceu ao sepultamento - consolava o amigo José Alquéres, presidente da Light, que perdeu filha, genro e neto no acidente. Os corpos do piloto do bimotor, Jorge Lang Filho, e do copiloto, Nelson Caminha Affonseca, foram enterrados no Cemitério Getsêmani. O corpo da tia-avó do empresário, Vera Lucia Mercio, foi enterrado em Bagé (RS), e o da babá Rosangela Pereira Barbosa, em Pirassununga, no interior do Estado. FRASEMarina Arnesen WrightMeia-irmã de Roger Wright"É uma história que se vai, que acaba aqui. É tanta tristeza que nem sabemos por quem chorar"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.