Mais dois municípios gaúchos são afetados pelas chuvas

As regiões de Três Coroas e Igrejinha foram as mais atingidas, com cerca de 150 pessoas desalojadas

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

11 Janeiro 2010 | 07h59

As chuvas intensas atingiram a encosta da serra gaúcha neste domingo, 10, afetando e trazendo estragos a mais dois municípios do Rio Grande do Sul.

 

O temporal ocasionou cheias repentinas e fortes enxurradas nos arroios afluentes do rio Paranhana, em Três Coroas, no final da manhã do domingo e no início da tarde. A elevação e a forte correnteza produziram alagamentos em vários pontos da cidade, na zona rural e no município de Igrejinha.

 

Segundo a Defesa Civil do Estado, as comunidades mais atingidas em Três Coroas foram o Loteamento Eucalipto e Bairro Sander. Em Igrejinha, foram a Vila Nova, parte do Bairro 15 e Morada Verde.

 

Por conta dos alagamentos, Iremar Pautes Batista, de 49 anos, morreu afogado em Três Coroas, ao ser levado pelas águas no Bairro Sander, quando auxiliava sua mãe a sair da residência. O filho de Iremar também caiu na água, mas foi socorrido.

 

As chuvas afetaram 180 pessoas. Deste total, cerca de 30 estão desabrigadas e 150 desalojadas. Houve queda de barreira ao longo da Rodovia ERS 115, no km 27, e em frente à fábrica da Schincariol, no Km 14,5, em Três Coroas e Igrejinha.

 

Segundo a Defesa Civil local, os níveis dos arroios e do rio Paranhana estão baixando e já foram liberados vários locais. Estradas no interior e em encostas estão bloqueadas, o que dificulta o acesso. A ponte mais antiga e tradicional no centro de Igrejinha foi interditada por conta de uma rachadura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.