Mais dois sindicalistas se entregam à PF

Mais dois diretores do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de São Paulo entregaram-se hoje para a Polícia Federal. Edvaldo Gomes de Oliveira, o Dentinho, diretor de base da Viação Santa Bárbara, foi o primeiro a chegar à sede da PF. Dentinho está afastado há cerca de um mês do sindicato por estar sendo investigado pelo Ministério Público. Depois foi a vez do diretor executivo do sindicato, Gerson Machado, comparecer à PF. Agora já são 13 os sindicalistas detidos desde ontem. Três continuam foragidos. Todos tiveram prisão temporária decretada pela Justiça Federal sob a acusação, entre outras, de receber dinheiro de empresários do setor para fazer greves na cidade. Machado estava sendo ouvido agora à tarde pelo delegado Nivaldo Bernardi, da Delegacia de Ordem Política e Social da Polícia Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.